?

Log in

No account? Create an account
Blast! Magagazine [entries|archive|friends|userinfo]
Blast! Magazine

[ website | Blast! Magazine ]
[ userinfo | livejournal userinfo ]
[ archive | journal archive ]

Links
[Links:| ANDROM Bane Obscura Dark Music Productions Blast! Mag Community Equilibrium Music ]

ideas! [Aug. 3rd, 2004|03:56 pm]
Blast! Magazine

eva_mattos
[Blaster Psico |amusedamused]
[Blaster Sound |Darkwell]

I would like to ask everyone in this community write here some new ideas for blast, new articles, subjects you would like us to talk about, bands we could interview, models, everything you think of.

Thanks
link6 comments|post comment

Cumprimentos e Anuncio de concerto. [Jul. 25th, 2004|02:44 pm]
Blast! Magazine

necrosavant
[Blaster Psico |happyhappy]
[Blaster Sound |Phantom Vision - The Last Frontier To Hollow Land]

Olá a todos!

Agradeço a oportunidade de pertencer a esta comunidade.

Queria tmb anunciar um concerto que vai haver dia 29 de Julho na discoteca Fashion Club, que fica situado no Centro Comercial Lusiadas, na Rua dos Lusiadas, no Calvário.

Espero que o cartaz explique tudo.

Volto a agradeçer toda a gente da produção desta revista, e espero que as proximas saiam sempre melhores do que as prévias.

Wacken Warm-Up Party IICollapse )
link6 comments|post comment

Finalmente [Jan. 2nd, 2004|05:43 pm]
Blast! Magazine

von_spookiness
[Blaster Psico |satisfiedsatisfied]

Finalmente consegui comprar a blast deste mês,como disse no meu 1º post aqui nesta comunidade,não sou uma pessoa que faça muitas criticas a revistas,mas como há sempre excepções,vou apontar uma que captou mto a minha atenção.
Na parte "Dressed to....",achei que esta parte poderia ser mais aproveitada,e com fotografias melhores,e tb não achei apropriado as botas com o vestido,achei que ficavam mal.Mas gostos são gostos.
E tb posso dizer que gostei muito de ler o meu país mencionado no artigo de Anna Konda,best wishes for her store! =)
Acho que por agora é tudo,e não se esqueçam que gostos são gostos!
Obrigada,e bom trabalho!
link1 comment|post comment

A minha review [Jul. 14th, 2004|10:02 pm]
Blast! Magazine
no_clarity
[Blaster Psico |contemplativecontemplative]
[Blaster Sound |Tweaker, "Ruby"]

Aqui vai a minha humilde opinião do novo número da Blast Magazine, algumas críticas, alguns elogios, a maior parte muito pessoais, logo não devem ser levados muito a sério (não são "críticas", tem a ver com gosto pessoal).

-Primeiro, a capa. Já foi dito. É feia. Não tem a ver com ser Metallica, lol, a fotografia é feia, acho que uam capa de revista tem que ser menos preenchida e com uma foto mais cativante ao olho. A da Valeria Sinistrari teria sido uam boa escolha, nem que seja só pelo facto dela ser lindíssima e de que certas pessoas compram revistas só pela capa.

-As páginas a preto e branco serão realmente necessárias? Terá a ver com o custo de produção da revista? Será que se poderia começar a fazer uma edição totalmente a cores? Nem que fosse uma revista ligeiramente mais pequena em termos de páginas.

-Erros ortográficos também se deveriam evitar, como "concede-mos" na entrevista de The Gathering, que me deixou um pouco chocada. Again, gostos pessoais, e eu sou comichosa nessas coisas.

- A Blast Shop deveria estar definitivamente no final da revista, para ter mais relevo.

- Deviam-se evitar brasileirismos, porquê "equipe" quando existe "equipa". E isto é uma questão pessoal, uma dúvida, porquê tratar as pessoas na entrevista por "tu"? Não digo tratar por "você", mas criar um certo distanciamento que demonstra respeito (afinal, para a maior parte de nós, certos músicos são os nossos ídolos).

-A parte Dressed to Blast sem dúvida é interessante, mas é estereotipada e podia ser mais bonita esteticamente, não apenas umas fotos mal tiradas espetadas para lá. Qualquer pessoas com um conhecimento mínimo de Photoshop conseguiria pôr a página mais atraente.

-Será que um artigo sobre um "guia de comprs" em lojas alternativas em Portugal seria possível? Eu pessoalmente conheço as lojas todas, etc, vou-me mantendo informada, mas acho que seria de grande interesse.

-O Blast U é muito interessante e poderia ter artistas convidados, pessoalmente conheço algumas pessoas que têm contas na Deviantart e são capazes de criar coisas espantosas.

Aqui fica a review. :) Nada de especial, mas foram as cosas que me chamaram mais a atenção.
link1 comment|post comment

NEW LOGO [Jul. 14th, 2004|11:13 am]
Blast! Magazine

eva_mattos
[Blaster Psico |calmcalm]
[Blaster Sound |Rasputina]

Attar has made a new logo for Bane Obscura (clic the logo to check their site)
Ravennaz will be one of the 2 Blaster Girls for the next Blast issue, along with our dear Madame Archel !

BANE OBSCURA
linkpost comment

(no subject) [Jul. 13th, 2004|11:48 am]
Blast! Magazine

eva_mattos
Ah! E Não queria deixar de dizer que faço minhas as palavras da aranna
linkpost comment

(no subject) [Jul. 13th, 2004|10:07 am]
Blast! Magazine

eva_mattos
[Blaster Psico |amusedamused]

Queria agradecer a critica à cruor_veneticos e fazer um pequeno comentario acerca de alguma coisas q disseste.
Relativamente à rubrica Dressed to... vejo q te deu a conhecer uma nova "loja" nacional... a Darkfashion...
contudo acho q mais valia teres ficado na "ignorancia" (se me é permitida a expressão) e passo a explicar pq...a Darkfashion é uma lojita q vende as mesmas coisas q por exemplo a ANDROM vende, mas ao triplo do preço... qq sapato q na androm custa 20cts...na darkfashion custa uns 60...por favor n te deixes enganar por este tipo de coisas, nem penses q são roupas ou calçado original...com preços assim poupa-se mt mais em mandar vir dos USA e já com portes e alfandega paga... Aconselho-te a ir ver o site Nosferatu Fashion cuja entrevista à Anna Konda saiu neste nº da Blast, a roupa é baratissima..claro..alguma cliché..mas chega-te a casa numa semana ou menos (depende do nº de encomendas q ela tenha) e ela é mt acessivel, podes mandar fazer td por medida..mudar alguns tecidos etc.
Concordo ctg qd dizes q a BIO da Bettie Page estava boa, afinal de contas fui eu q escrevi ehhhe (fico contente por ter esse feedback positivo, many thanks).
Passo agora ao assunto mais controverso...quem deve ou não estar na capa... devo dizer q concordo a 100% com a aranna... o facto de serem modelos goticas deve impedi-las de estar na capa?? e se fosse a mesma pessoa mas cantasse...já poderia? Será que elas n representam bastante bem a nossa cultura? Claro q "a cultura gotica n são só mulheres bonitas e n nos devemos cinjir a um só conteudo", mas será q estando a meter apenas bandas n nos estamos "a cinjir a um só conteudo"? Não é só de musica q é feita a cultura gotica. Todas estas modelos "transpiram" o q é ser Goth. Claro q n digo q tdas as capas devam ser uma modelo...mas qd há fotos mt boas, deviam ser aproveitadas, para alem de que se elas tb são entrevistadas na revista, têm o mesmo direito de ir p a capa que qq banda...assim como qq artista q tenhamos entrevistado...mas pronto isto é tb apenas a minha opinião...se revistas como a Gothic Beauty..e a Bite Me só metem modelos na capa...porque não a Blast tentar inovar em PT e ir metendo de vez em quando...enfim...fica ao criterio de cd um..
de resto acho q concordo com o q disseste..ou pelo menos n discordo totalmente.
Queria mais uma vez agradecer a tua critica e espero q dês a tua opinião mais vezes noutros nºs ou até mesmo ainda neste, caso haja alguma coisa q te tenha escapado e queiras comentar.
Por agora vou shut up..claro q podem "atacar" o meu comentario!
link3 comments|post comment

Crítica à BLAST! [Jul. 12th, 2004|07:45 pm]
Blast! Magazine
cruor_veneticus
Saudações...
Obrigada por terem criado esta comunidade, é uma ideia excelente para alargar o círculo de leitores da revista, que vale bem o dinheiro que se paga por ela!

Fiquei muito agradada quendo vi na banca da papelaria, pois não vejo lógica em estarmos a comprar revistas estrangeiras quando o nosso metal é de tão boa qualidade e temos tão bons profissionais no ramos jornalístico.

**************************
Antes de iniciar a minha crítica, quero deixar bem claro que não quero iniciar uma discussão dentro da comunidade. Visto a aranna ter sido a primeira a fazer uma crítica eu vou pegar em alguns pontos que ela mencionou, mas não quero atacar ninguém, todos temos direito à nossa opinião.
***************************

Antes de conhecer a BLAST! era leitora assídua de outra revista, e fiquei muito agradada quando, ao ler a mesma me deparei não só com os obeigatórios artigos/entrevistas às bandas mas também com uma série de extras que me gradaram bastante! Embora gostasse da revista que lia por vezes esta podia-se tornar um pouco monótona por apenas se constituir de entrevistas e artigos sobre bandas.

Gostei bastante de ver que a BLAST é bastante mais generalista, não falando apenas das bandas em si mas imergindo-se na cultura gótica e em tudo o que gira à sua volta: a literatura, a música, a roupa, o estilo de vida...

Em relação à BLAST deste mês, gostei imenso de ler o Bio de Bettie Page, assim como a coluna "A genealogia do vampiro.". Em relação à rubrica Dressed to... Blast achei uma ideia interesasante, se bem que joga com alguns estereotipos, como por exemplo, o uso do baton preto. No entanto, a moda, como em tantas outras coisas, é muito relativa e aqui joga muito o gosto pessoal de cada um. Acho que no fundo esta rubrica serve sobretudo para publicitar algumas lojas nacionais, que embora existam, são pouco conhecidas.(por exemplo, até ler a blast não sabia da existência da loja dakfashion...).

Concordo com a aranna com o facto das BLAST girls serem um dos maiores atractivos da revista, no entanto não acho que devam ser capa de revista, pois aí corria-se o risco de a blast ser encarada como algo diferente daquilo que é. O gótico não se trata só de mulheres bonitas, engloba música, beleza, literatura, cinema e muito mais, e é por isso que a capa devia acompanhar esta ideia não se cinjindo apenas a um dos conteúdos.

Concordo que a agenda deva estar no fim da revista, penso que no sítio onde foi colocada neste número pode passar mais "despercebida". Em relação à rubrica Blast-o, gostei bastante, afinal de contas muitos dos góticos são pessoas extremamente artísticas e este espaço serve apenas para ajudar a divulgar estes talentos.

Por fim, quanto à questão de a revista ser parcialmente impressa a preto e branco, não me incomoda, compreendo que talvez o dinheiro não chegue para se imprimir a revista inteira a cores...

bem, fico-me por aqui, peço desculpa por este testamento mas a natureza da revista justifica o tamanho da crítica...

EDITED TO ADD: Comentários são bem vindos, afinal o própósito de uma comunidade é a troca de opiniões...
linkpost comment

Boa noite [Jul. 8th, 2004|11:09 pm]
Blast! Magazine

von_spookiness
[Blaster Psico |accomplishedaccomplished]

Boa noite a todos e é com mto gosto que entrei nesta comunidade da revsita Blast!
Encontrei esta comunidade atraves de um post feito pela aranna na minha comunidade dedicado á população Ljuser nomeadamente"gótico"em Portugal.
Acho que é tdo por agora,força com a Mag,porque ela vale a pena os euros que gastamos!
Bjos e abraços!
link3 comments|post comment

critica à blast [Jul. 8th, 2004|09:30 pm]
Blast! Magazine
aranna
Visto ter aparecido esta oportuna comunidade dedicada à Blast e visto ter prontamente comprado um exemplar desta revista, de que me tornei fã, decidi apresentar por este meio a minha crítica (construtiva).
Não posso deixar de começar por criticar severamente a capa...péssima escolha....não critico a banda e o assunto...percebo q esteja adequado...mas a foto ano é própria para se por na capa....péssimo enquadramento e grafísmo....
Fiquei bastante agradada quanto às notícias...todas de grande interesse e de bandas q realmente se deviam enquadrar na revista mas q não sei porquê parecem cada vez mais distantes, pelo menos a nível de entrevistas.
A entrevista a The Gathering não deixa de ser a grande surpresa e mais valia desta edição.. muito curiosas as informações q conseguimos obter...
A critica mais ofensiva q posso fazer é à Blast Shop...quem será o público alvo?
Nas cd reviews apenas quero salientar o brilhante apoio aos ascendentes The Temple...decerto q ficaram agradecidos...
É de notar que nesta edição a agenda foi colocada num local pouco prático...porque não no fim como nas restantes edições?
A página mais “misteriosa” não deixa de ser a página 44, Dressed to....uma página supostamente sobre moda....a preto e branco....? e com artigos que duvido q sejam de interesse para alguém?
As Blaster Girls são de facto o atractivo da revista...são aquilo q a diferencia das outras revistas. Não se compreende é o medo em destacá-las, por exemplo, para capa da revista...como foi possível ter escapado essa oportunidade à excelente foto de Valeria Sinistrari?
Por fim, apenas queria uma explicação de alguém q me pudesse dizer o q é suposto significar a página Blast-U? Não se percebe qual pode ser o interesse para os leitores senão os q serão visados e convencidamente publicitados...
Sei q acabou por ser uma dura crítica, mas apenas a faço por apreciar e querer ajudar a melhorar a revista....parece que já está, muito precocemente, a declinar de interesse e a fugir ao objectivo inicial que deu a entender q seria uma revista para dar a conhecer o mundo e cultura goth....e não mais uma revista dedicada a bandas um tanto desconhecidas e assim o são por realmente não serem grande atracção....
As melhoras para a nossa querida Blast...
linkpost comment

navigation
[ viewing | 20 entries back ]
[ go | earlier/later ]